Banhistas

São Paulo, 2016.

"A primeira versão desta banhista foi impressa em cores com tinta convencional, sem proteção UV. Em poucos meses desbotou-se. Foi então que a reconstruí e ressignifiquei com tinta acrílica, muito mais resistente à ação da luz do sol."

|